Governo do Estado

Processos DGF


número & ano
Ex.: 012342009

Usuários On-line

Nós temos 34 visitantes online
Nossa História PDF Imprimir E-mail
Qui, 17 de Junho de 2010 00:00

A história da DGF tem sua origem na então Diretoria de Contabilidade, como era denominada até a   sanção do Decreto-lei n° 145 de 26 de junho de 1975, onde houve a alteração de sua denominação para   Diretoria de Finanças. Somente em 11 de setembro de 1996, quando foi elaborada a Portaria CBMERJ Nº   047, a qual definiu provisoriamente a Nova Estrutura Organizacional do CBMERJ, é que a Diretoria passou   a ser denominada DIRETORIA GERAL DE FINANÇAS. A atribuição da DGF definida na LOB -Lei n°   250 de 02/07/79 (Lei de Organização Básica) e ratificada na Portaria 047, é a realização de atividades   específicas do sistema financeiro, e o assessoramento do Comando Geral na supervisão das atividades   financeiras da Corporação e na execução do pagamento dos bombeiros militares ativos e inativos,   pensionistas e cotistas.

No início da história da DGF, somente os oficiais e sargentos recebiam seus vencimentos em   agências bancárias. As demais praças (cabos e soldados) recebiam seus vencimentos nas unidades onde   serviam. Não havia contracheques: os salários eram registrados em livros de registro próprios, onde os   militares assinavam comprovando o recebimento em espécie dos seus vencimentos.

No ano de 1973 o pagamento foi automatizado pela empresa DATAMEC, porém, os cabos e   soldados ainda recebiam nas suas unidades.

A partir de 1981, a folha de pagamento passou a ser confeccionada pelo PRODERJ, e todos os   militares passaram a receber seus vencimentos em agências bancárias. As folhas eram preparadas   manualmente nesta Diretoria para, em seguida, serem remetidas ao PRODERJ, onde eram digitadas pelos   seus funcionários. Retornavam à DGF para conferência, e, após dado o “OK”, finalmente era confeccionado   o pagamento.

Em 1993, com a maior disponibilidade de microcomputadores, toda a folha de pagamento passou a   ser confeccionada diretamente pela DGF. O PRODERJ disponibilizou um software denominado   “QWS3270X” nos computadores da Diretoria, os quais estavam interligados em rede com o próprio   PRODERJ, que viabilizou tal feita, cabendo àquele órgão somente a impressão.

Atualmente a Diretoria prepara-se para o futuro, adequando-se às novas demandas de uma   Corporação que cresceu vertiginosamente nos últimos anos. Foram realizadas recentemente obras de   melhoria e modernização, tendo sido também adquiridos diversos computadores de última geração, que são   a ferramenta tecnológica necessária para se conseguir realizar as atribuições da Diretoria.

 

 

 

 

MEMÓRIA DA DGF


EM 1975




Foto da Força de Trabalho da DGF em 1975



EM 2008



Força de Trabalho
Foto da Força de Trabalho da DGF em 2008